Câncer / Notícias

Luisa Nunes

Publicado em 18/02/2021

Revisado em 18/02/2021

Como fortalecer o organismo e os músculos depois do tratamento do câncer?

Como fortalecer o organismo depois do tratamento do câncer?

 

A perda de peso (caquexia) e a desnutrição são efeitos comuns durante o tratamento do câncer. Os médicos consideram a situação como um evento potencialmente grave e indicam uma intervenção terapêutica o mais breve possível, assim que o problema for diagnosticado. Os efeitos ocorrem, principalmente, com a quimioterapia e a radioterapia. Estima-se que a caquexia relacionada ao câncer ocorra em pelo menos 50% dos pacientes com tumores em estágio avançado.

Por isso, uma avaliação nutricional deve ser feita assim que o tratamento for iniciado. “A orientação é muito importante antes de o paciente começar as sessões, para que os benefícios sejam sentidos durante a terapia. Assim, quando o tratamento terminar, o corpo estará mais forte, o organismo terá mais apetite”, destaca a nutricionista Luisa Macedo Nunes, integrante do Comitê Científico do Instituto Vencer o Câncer.

Muitos pacientes, também, questionam sobre o fortalecimento dos músculos com o término dos ciclos de quimioterapia, por exemplo. “Nestes casos, é preciso ter um tempo até o corpo descansar, porque o organismo recebe doses muito altas de medicamento”, ressalta Luisa. “Novamente, para garantir que os músculos fiquem fortes, é necessário pensar numa avaliação e num plano antes do início do tratamento”.

A desnutrição no câncer ocorre por conta do tumor e por conta dos efeitos da quimioterapia. Com a avaliação nutricional e um plano de acompanhamento é possível deixar o paciente forte e driblar esses sintomas mais comuns, como a xerostomia (boca seca), disgeusia (alteração no paladar), mucosite (inflamações que podem acontecer na boca, faringe, laringe, esôfago e atrapalhar a alimentação), náusea e diarreia. Todas essas situações comprometem as refeições fazem o paciente perder peso”, acrescenta a nutricionista.

Se durante o tratamento houve o acompanhamento nutricional e o paciente conseguir manter o peso (poderá até haver ganho de massa), a recuperação ao final das sessões é muito mais fácil e com melhor qualidade.