Tipos de câncer / Câncer de cérebro



Dr. Fernando Maluf.

Dr. Fernando Maluf

Dr. Fernando Maluf é Doutor em Ciências/Doutorado em Urologia pela FMUSP, membro associado do American Cancer Society e Diretor do Serviço de Oncologia Clínica do Hospital BP Mirante de São Paulo. Foi Chefe do Programa de Residência Médica em Oncologia Clínica e membro integrante do Centro de Oncologia do Hospital Sírio Libanês. É autor de artigos científicos e de mais de uma dezena livros publicados no Brasil e no exterior, além de Professor Livre Docente pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Câncer de cérebro | Sintomas

  • Dor de cabeça (cefaleia)

Está presente em cerca de 50% dos casos. A cefaleia costuma ser causada porque o tumor, ao crescer, comprime, incha e inflama os tecidos a seu redor, provocando aumento da pressão intracraniana. As dores geralmente são mais fortes pela manhã, ao acordar, e costumam piorar depois do exercício físico.

  • Crise convulsiva

Constitui o primeiro sintoma em 20% dos casos. O tipo mais grave é a convulsão tônico-clônica generalizada, na qual a pessoa que se debate perde a consciência, morde a língua, pode urinar ou evacuar e demora de minutos a horas para recuperar as funções cerebrais.

  • Aumento de pressão intracraniana

Sintomas como dor de cabeça, náusea, vômito, distúrbios visuais, alterações da marcha e sonolência surgem como resultado do aumento da pressão intracraniana causada pelo tumor. Como a calota craniana é formada por ossos que não se distendem para acomodar o tumor, a pressão exercida por ele é transferida para o tecido cerebral, interferindo nas funções do cérebro.

Sintomas específicos de acordo com a área do cérebro comprometida

  • Lobo frontal

Alteração do comportamento e do humor, com perda de iniciativa; fraqueza de braços e/ou pernas do lado contralateral à lesão, ou seja, tumores do lado esquerdo do cérebro provocam fraqueza muscular do lado direito do corpo.

  • Lobo temporal

Perda de memória visual e verbal levando à dificuldade de fala. Em geral, a perda de memória é mais significativa para fatos recentes;

  • Área entre os lobos temporal, parietal e occipital esquerdo

Alterações na linguagem;

  • Lobo parietal

Alteração na sensibilidade de partes do corpo, como formigamentos ou perda de sensibilidade, eventualmente associada à desorientação espacial;

  • Cerebelo

Falta de coordenação motora e desequilíbrio;

  • Lobo occipital

Visão dupla e deficiências visuais;

  • Gânglios da base

Movimentos anormais e posicionamento anormal do corpo;

  • Tronco cerebral

Alterações nos nervos cranianos e na movimentação dos membros, dormência na face e nos membros, dificuldade na fala e na deglutição.