Tipos de câncer / Câncer de cólon e de reto



Câncer colorretal | Diagnóstico

 

O principal exame para visualizar as lesões do cólon é a colonoscopia. A retossigmoidoscopia pode ser utilizada para visualizar lesões do sigmoide e do reto. Esses exames utilizam fibras ópticas com câmeras digitais, que permitem iluminar e visualizar a mucosa intestinal e realizar biópsias em caso de lesão suspeita.

Outros exames úteis para o diagnóstico são a ultrassonografia endoscópica, utilizada nos tumores de reto, a tomografia computadorizada, a ressonância magnética, o PET-TC e o enema opaco (exame radiográfico no qual se ingere um contraste oral, que percorre o caminho do alimento no trato digestivo).

Para avaliar se o paciente tem metástases ou não, o exame mais indicado é a tomografia computadorizada do tórax, abdômen e pelve. A ressonância magnética pode também ser solicitada para avaliar melhor o fígado. Em casos selecionados, o médico pode pedir um PET-TC, mas isso não é rotineiro. Nos pacientes com câncer de reto, é comum se pedir uma ultrassonografia transretal para melhor avaliar a extensão do tumor na parede e ao redor do reto.

A dosagem do antígeno carcinoembriônico (CEA) no sangue, cujos valores costumam estar elevados, é um exame bastante útil.

 

ESTADIAMENTO

Os quatro estádios do câncer colorretal estão descritos abaixo:

 

cap22-tab1-jpg-700px

Estadiamento do câncer colorretal.