Tipos de câncer / Câncer de rim



Câncer de rim | O que é?

O câncer de rim corresponde a 3% de todos os tumores malignos. Sua incidência tem aumentado 2% a cada ano. É duas vezes mais comum nos homens do que nas mulheres e geralmente acomete pessoas entre os 55 e 75 anos de idade, sendo relativamente raro em indivíduos abaixo de 45 anos de idade.

ANATOMIA

Os rins, direito e esquerdo, situam-se no abdômen ao lado da coluna vertebral e abaixo das costelas, numa área chamada de retroperitônio. São envoltos por uma fina camada de tecido conjuntivo (a fáscia de Gerota) e por uma camada de gordura. Logo acima dos rins, estão as glândulas adrenais.

Localização dos rins.

 

Vencer o cancer.indb

Anatomia do rim com visão ampliada do órgão.

Os rins são os principais “filtros” do corpo humano, responsáveis por manter no sangue as substâncias necessárias para o funcionamento do organismo e por excretar, através da urina, as toxinas que podem prejudicá-lo, bem como os excessos de água, sódio, potássio e outros íons. Além disso, também ajudam o organismo a produzir mais hemoglobina. Embora sejam órgãos da maior importância, a maioria das pessoas consegue viver com apenas um rim.

Vencer o cancer.indb

Crescimento local do câncer renal. Note que o câncer ao crescer passa a invadir as estruturas ao redor, como a cápsula renal, até chegar à gordura renal e aos vasos sanguíneos.

HISTÓRIA NATURAL DA DOENÇA

Vencer o cancer.indb

Crescimento à distância do câncer renal. Note que o câncer pode comprometer, entre os órgãos mais comuns, os linfonodos, pulmão, fígado e ossos.

Poucos tumores malignos têm velocidade de crescimento tão variável quanto os de rim. Há pacientes em que a doença evolui de forma lenta durante anos, enquanto outros apresentam crescimento rápido e disseminação em poucos meses.

Quando os tumores renais são diagnosticados incidentalmente, durante exames para avaliar outros problemas de saúde, geralmente ainda são pequenos e confinados ao próprio órgão. Nos pacientes que não tiveram a sorte de descobrir a doença nessa fase, o tumor renal poderá invadir as estruturas locais, avançar em direção à cápsula renal (um envoltório de tecido conjuntivo que recobre o órgão), chegar ao tecido gorduroso que se concentra ao redor do rim e atingir os vasos sanguíneos renais .

Em fases mais avançadas, as células malignas podem migrar para os linfonodos da vizinhança e cair na circulação sanguínea. Uma vez na corrente sanguínea, ganham acesso a todos os órgãos, mas as metástases costumam instalar-se preferencialmente nos linfonodos abdominais, do mediastino (espaço entre os pulmões) e das fossas supraclaviculares (popularmente conhecidas como saboneteira), nos pulmões, fígado, ossos e cérebro.

TIPOS DE CÂNCER DE RIM

Carcinoma de células claras

É o tipo mais prevalente, responsável por 70% dos casos. Recebe esse nome em virtude da aparência de suas células no exame microscópico.

Carcinoma papilífero

É responsável por 15% dos casos e está associado a maior gravidade.

Tipos mais raros

Os demais 15% incluem tipos bem mais raros: carcinoma cromófobo, tumor sarcomatoide, carcinoma do ducto de Bellini e oncocitoma. Os oncocitomas são tumores benignos. Os carcinomas cromófobos, embora malignos, tendem a ter comportamento bem mais benigno que os outros subtipos. Já os tumores sarcomatoides e os carcinomas do ducto de Bellini são tipos mais agressivos.