Tipos de câncer / Leucemia Linfocítica Aguda



LLA | Recaída

É importante frisar que, mesmo após conquistar a remissão completa, é preciso fazer alguns ciclos de quimioterapia e realizar a manutenção com medicamentos por cerca de dois anos, geralmente. Isso é necessário porque algumas células doentes ainda podem ter ficado no organismo, e sem tratamento adequado, elas poderiam dar origem a uma recaída da doença.

Se a leucemia não responder ao primeiro tratamento, o que acontece em cerca de 10 a 20% dos pacientes, poderão ser tentadas doses maiores de quimioterapia ou novos medicamentos, embora sejam menos susceptíveis de responderem. O transplante de medula óssea também pode ser opção caso a doença volte.

Importante! Os tratamentos apresentam resultados animadores. Converse sempre com seu médico, questione sobre seu quadro, o tratamento e as respostas que está obtendo. Sinta-se à vontade para falar sobre tudo. E siga à risca os cuidados indicados pelo especialista, sempre.

Texto cedido pela Abrale (Consultoria do dr. Guilherme Perini).