noticias-mama / noticias-mama

Luciana Assmann

Publicado em 24/01/2020

Revisado em 24/01/2020

Você sabia que o risco de ser diagnosticado com certos tipos de câncer é 69% menor em indivíduos fisicamente ativos?

A regra continua a mesma: três sessões de exercícios por semana, combinando a exercícios aeróbicos com treinamento de força e intensidade moderada podem fazer a diferença. Saiba mais.

atividade fisica exercicio

image-15751

Uma nova diretriz assinada por 17 instituições do mundo incluindo American College of Sports Medicine  e American Cancer Society mostra que fazer exercícios físicos com regularidade pode melhorar a expectativa de vida de quem teve câncer e até evitar que ele apareça.

A falta de exercício físico favorece uma composição corporal inadequada além de influenciar no nível de hormônios circulantes ligados ao câncer de mama por exemplo.

As primeiras diretrizes sobre este tema já mostravam que era aparentemente seguro se exercitar durante e depois do diagnóstico de câncer. A nova diretriz além de confirmar essa afirmação mostra um aumento considerável nos estudos que dizem respeito à relação entre o exercício físico e sua influência em diversos aspectos da vida depois do Câncer.

No que diz respeito à intensidade das atividades bem como a frequência e o tipo de exercício a regra continua a mesma, ao menos 3 sessões de exercícios por semana combinando exercícios aeróbicos com treinamento de força, com intensidade moderada.

Contar com a orientação de um profissional capacitado torna os resultados mais eficazes e os treinos mais seguros.

Tendo em vista que ao receber um diagnóstico de câncer boa parte das pessoas interrompe as atividades físicas, eu acho importante ressaltar que o exercício aumenta os índices de bons resultados no tratamento, alivia os efeitos colaterais e cria mecanismos biológicos capazes de afetar células imunes antitumorais que podem inibir o crescimento do tumor.

Quando você se exercita, os benefícios são imediatos.

Manter-se fisicamente ativo ao longo da vida reduz o risco de uma série de doenças.

Fazer uma caminhada diária, que pode evoluir pra uma corrida, nadar, fazer exercícios funcionais, musculação, etc.. são hábitos saudáveis que com certeza vão fazer a diferença na sua saúde.

Luciana Castelli Assmann
Cref.138555-G/SP
Educadora Física especialista em Oncologia
Bacharel e Educação Física FEFISA
Membro do Comitê Científico do Instituto Vencer o Câncer
[email protected]